Capa > Podcast > Despachados > Despachados 017 – Parques Temáticos (parte 1)

Despachados 017 – Parques Temáticos (parte 1)

Despachados 017 – Parques Temáticos (parte 1)

Sejam mais uma vez muito bem vindos a bordo de nossa jornada épica rumo ao desconhecido e no episódio de hoje saiba tudo sobre os melhores parques temáticos do mundo.

ATENÇÃO: Nas montanhas russas não utilize chinelos.

Episódio de hoje – Parques temáticos

Apresentação – Foca

Convidados:

Andreza Trivillin do Blog Andreza Dica e Indica

Resultado de imagem para andreza dica e indica

Felipe Trindade do Podcast Passaporte Orlando

Resultado de imagem para passaporte orlando

Links – Episódio 17 – Parte 1

Saiba como se tornar um patrono/padrinho dos Despachados, acessar nossa sala VIP e garantir uma série de outros benefícios. Basta clicar na imagem abaixo, escolher a classe de sua preferência e aproveitar todos os benefícios. Mais informações no próprio episódio.

padrim

Pesquisa Despachados

Ficha Técnica

Criação: Foca
Edição: Sr. A e Adonias
Artes: Foca e Artes Pingo no I
Locução: Ira Morato, Cristiano e Inês

Imagem da capa

Creative Commons 0 – Domínio Público (Use a vontade)
Via Pexels (thanks)

Site despachados.com.br

Layout: Foca e Thiago Miro
Desenvolvimento: Thiago Miro

Trilha Sonora do Programa

  • Galleycast

    Foca, vou dar o meu pitaco sobre os parques que eu conheço que são a Tokyo Disneyland, Tokyo Disneysea e a Disneyland Paris. Sobre os dois parques em Tokyo, não há muito o que discutir: é tudo bonito, limpo, as instalações são bilíngues, as paradas também são cantadas em Japonês e inglês, mas as atrações que são em teatros, tendem a ser apenas em japonês ou dispõe de pouquíssimos assentos com fones de ouvido com áudio em inglês. Vale a pena visitar? Não posso dar um SIM definitivo porque ainda não visitei os parques nos EUA.
    Já a Disneyland Paris, deixo um toque MUITO importante para quem ainda for corajoso para utilizar os serviços da Magical Shuttle, entre CDG e o parque. Tive a grande sorte de ter um pernoite de 2 dias em Paris, então resolvi, com antecedência, ir ao parque, já que meu tempo em cada lugar costuma ser muito curto (é, comissária também sofre!). Comprei pela internet um pacote com transfer e o bilhete do parque. Em nenhum momento, o e-mail e o bilhete em PDF anexado não especificavam que eu teria que ir ao escritório da Magical Shuttle no aeroporto, apenas frisaram que eu teria que mostrar o bilhete ao motorista do ônibus.
    Ao chegar no parque, SUR-PRE-SA! O bilhete não era aceito pela Disney e, eu teria que voltar até CDG para trocar o bilhete pelo bilhete da Disney, o que significaria uma perda de 3 horas e mais 40 euros de ônibus. O pessoal da Disney não se mostrou nem um pouco disposto a ajudar, nem mesmo fazendo um telefonema pra Magical Shuttle. Resultado: acabei pagando 75 euros por outro bilhete na hora (além dos 101 que já havia pago pelo pacote transfer + bilhete) e nunca fiquei tão insatisfeita. O parque em si não era tão bem cuidado como os outros dois parques que já visitei, funcionários com má vontade, lugares com sujeira e outros absurdos que não se enquadram com o que deveria ser “O Lugar mais feliz da Terra”. Enfim, acho que a Magical Shuttle deve ter enfrentado muitos problemas com outros clientes em situações semelhantes porque o site deles não vendem mais pacotes de transfer e bilhete. Mais uma vez um ótimo programa dos Despachados e aguardo ansiosa a parte 2 do episódio.
    Abraços,
    Mariana

    • Valeu Mariana. Seu comentário será lido no próximo Parlatório. Espero que tenha melhor sorte nas próximas visitas que fizer aos parques da Disney. BI ZA RRO